conecte-se conosco


Séries

Utopia: nova série da Amazon escala atores principais

Publicado

em

Dan Byrd e Cory Michael Smith são os mais recentes anunciados para o elenco de Utopia, a nova série da Amazon para o universo young adult. A história será baseada na obra de Gillian Flynn, autora dos livros que deram origem ao filme Garota Exemplare à série Sharp Objects, estreladas por Ben Affleck e Rosamund Pike e por Amy Adams, respectivamente.

Byrd, conhecido por seu papel em Cougar Town, e Smith, de Gotham, agora se somam a Sasha Lane e Rainn Wilson para a adaptação norte-americana da série, que já tem uma versão britânica. Nela, os quadrinhos Utopia, um tipo de publicação rara, cercada por histórias e mitos, são o ponto central da trama. A narrativa se concentra nos mistérios envolvendo um grupo de adolescentes que se conhece online, começa a caçar os quadrinhos e os encontra, mas acaba envolvido com uma organização misteriosa que também está em busca do artefato.

Byrd será Ian, um jovem que trabalha muito, mas ganha pouco, divide apartamento com a avó e estudou em uma universidade não muito prestigiada. Em busca de uma vida mais interessante, ele encontra a caça aos quadrinhos Utopia.

Smith será Thomas Christie, o oposto de Ian no quesito oportunidades: ambicioso, inteligente e privilegiado, trabalha no laboratório de biotecnologia do pai e acaba incumbido da tarefa de encontrar a única cópia dos quadrinhos.

Lane interpretará Jessica Hyde, uma jovem que vive um verdadeiro inferno e há tempos se esconde de uma perigosa organização que não entende muito bem qual é, mas desconfia que esteja relacionada com as tais histórias em quadrinhos. “Conforme escrevia Utopia e tentava imaginar a atriz que poderia interpretar Jessica Hyde, Sasha Lane sempre me veio à mente”, disse Flynn ao site Deadline.

“Ela tem a habilidade de mudar de forma para ser crua, imprevisível e um pouco irritante ao mesmo tempo em que faz você querer abraçá-la. Eu não poderia estar mais feliz em tê-la interpretando essa personagem absolutamente única”, complementou a criadora e showrunner da série.

Wilson será Michael Stearns, um virologista que teve seu tempo de prestígio e agora é só mais um cientista esquecido que trabalha sem muito interesse, mas que pode se mostrar muito valioso quando uma misteriosa gripe aparece, afetando todos ao seu redor.

Outros quatro nomes já foram confirmados para integrar o elenco. Ashleigh LaThrop será Becky, uma jovem carismática, com um grande coração e inteligente, que usa sua empatia e gentileza para chegar a Utopia, da qual precisa desesperadamente para salvar sua vida.

Desmin Borges será Wilson Wilson, um excêntrico, paranoico e, ao mesmo tempo, brilhante rapaz obcecado por teorias da conspiração e, portanto, por Utopia. Ele está convencido de que os quadrinhos secretos guardam importantes segredos sobre o futuro do Planeta.

Farrah Mackenzie viverá Alice, a brilhante e curiosa filha adotiva de um casal, que é mais esperta e madura do que muitos dos jovens envolvidos nos mistérios acerca de Utopia.

O time principal de Utopia

Christopher Denham é a última novidade, escalado para interpretar Arby, um jovem desconectado socialmente e que tem problemas sérios de consciência e personalidade, algo que acaba sendo um verdadeiro desafio em seu grupo de convivência. Ao longo da história, ele terá que lidar com acontecimentos da sua infância que contribuíram para que se tornasse essa pessoa levemente perturbada.

Diferentemente das outras obras famosas de Gillian Flynn, Utopia será voltado para um público mais jovem e adolescente, com uma aventura marcada por momentos de suspense e muitos conflitos morais. A autora será responsável pela roteirização da série, além de ser uma das produtoras executivas, ao lado de Jessica Rhoades, Kelly, Karen Wilson, Diederick Santer e Sharon Hall. A produção será de Sharon Levy.

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.

 

via: minhaserie

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + três =

Séries

Pachinko: Apple TV encomenda série baseada em bestseller

Publicado

em

É inegável a enorme influência da cultura pop sul-coreana no Ocidente nos últimos anos. Seja com os animados grupos de K-pop, que fazem sucesso entre os jovens, seja com os fantásticos K-dramas, disponíveis em serviços de streaming, a Coreia tem mandado muito bem em suas produções. Agora é a vez de a literatura ganhar plataforma: o livro Pachinko (2017), da autora Min Jin Lee, terá uma série só sua produzida para a Apple TV.

Pachinko conta a história de quatro gerações de uma família de imigrantes coreanos através de seus sonhos e suas esperanças. Começando em 1883, o livro trata de temas como amores proibidos, conflitos entre a Coreia e o Japão, guerra, imigração, perdas, triunfos e acerto de contas. Para manter a fidelidade ao original, a série será em inglês, coreano e japonês, as três línguas que o compõem.

Reprodução/Grand Central Publishing

Lee nasceu em Seul, capital da Coreia do Sul, e foi para os Estados Unidos ainda criança, o que influenciou sua escrita e suas histórias. Pachinko é seu segundo livro, que foi finalista do prêmio National Book Award for Fiction e considerado um dos melhores do ano por diversos veículos, como The New York Times, BBC, Esquire The Guardian.

A série será adaptada por Soo Hugh, conhecida pelo seu trabalho nas séries The TerrorThe Whispers e Under the Dome, que também será showrunner e produtora executiva do projeto. A responsável será a Media Res, que adquiriu os direitos do livro, e seu fundador, Michael Ellenberg, será produtor executivo junto a Lee.

Este texto foi escrito por Carolina Bernardi via nexperts.

 

via: minhaserie

Continue lendo

Mais Lidas da Semana